quinta-feira, abril 08, 2010

Eliezer Kamenezky e Fernando Pessoa



Eliezer Kamenezky foi uma figura singular na cultura nacional no princípio do Séc. XX. Um exilado por vontade própria, naturista e vegetariano, viajou pelo mundo e acabou por se fixar na Lisboa de Fernando Pessoa, em 1917, partilhando com o poeta muitos momentos privados, sendo mesmo um dos seus livreiros predilectos. Pessoa chegou mesmo a escrever o prefácio para o livro de Eliezer "Alma Errante" e trabalhou ainda num seu romance autobiográfico que ficou inédito. Alguns pessoanos questionam se não terá sido escrito mesmo por Pessoa, visto que uma cópia foi encontrada no espólio do poeta; mas a verdade será menos fantasiosa visto que Pessoa estava apenas a ajudar a corrigir a versão inglesa do romance (embora Pessoa fosse conhecido por não fazer traduções literais...).

Fez ontem 122 anos que Eliezer nasceu e curiosamente (ou talvez não) encontrei hoje um texto muito interessante sobre a sua vida e obra, da autoria do jornalista Inácio Steinhardt que recomendo vivamente. A título de curiosidade, diga-se que o espólio de Eliezer está já na Biblioteca Nacional.