quinta-feira, dezembro 17, 2009

"Livro de Viagem" - Uma Apreciação Crítica

A temática da viagem é uma temática transversal à obra de Fernando Pessoa. Foi com esta perspectiva em mente que a editora Guerra & Paz decidiu coligir poemas de diversos heterónimos de Pessoa com o intuito de construir um verdadeiro e próprio "Livro de Viagem" poético.

"Viajantes de uma mesma obscura seita" (nas palavras do editor Manuel da Fonseca), os diferentes escritores deveriam deixar neste livro as suas mais marcantes poesias de viagem.

Mas na realidade - e apesar das boas intenções - o que nos parece que foi realizado foi mesmo apenas uma colecção partida de textos poéticos, sem grande coerência temática entre si. Porquê? Porque simplesmente nem todos os heterónimos são viajantes.


O sinal mais claro disso mesmo é o livro abrir com Álvaro de Campos - o heterónimo das viagens (sobretudo das viagens marítimas). Coligir textos de Campos que tenham a ver com este tema é fácil e o editor reúne os evidentes, como a "Ode Marítima" e "Ao volante do Chevrolet". Já mais difícil é aceitar textos de um Caeiro ou de um Ricardo Reis viajantes... Mesmo que aceitemos a frase desafiante na contracapa: "A melhor maneira de viajar é sentir". Bernardo Soares fecha o livro, com textos adequados, mas fica claramente a sensação de que muitos dos textos intermédios (do meio do livro) são colocados de maneira forçada, para respeito a uma coerência temática que não chega a ser conseguida.


Mas nem tudo é mau nesta edição, que conta com imagens bem escolhidas - sobretudo as fotografias de época, coloridas parcialmente, com um toque marcadamente "modernista" e mesmo, em algumas ocasiões, roçando o absurdo (como uma locomotiva caída).

A qualidade do papel e a cuidado gráfico são certamente outros pontos positivos a indicar.


Em conclusão pensamos que esta edição segue literalmente o lema da editora Guerra & Paz de "inventar os seus próprios livros", pois se a ideia inicial é meritória, o resultado final é mesmo um livro inventado, sem coerência interna e que fica longe do seu objectivo.

Este volume pode já ser adquirido online, aqui.

Agradecimentos à Guerra & Paz Editores pelo envio de um exemplar para análise no blog.